Curso em videoaula sobre Jurisprudência Internacional de Direitos Humanos

Olá amigos, estou em falta com as publicações aqui no blog, mas pretendo retomar em breve, quando estiver mais tranquilo. O motivo do post de hoje é divulgar um curso de jurisprudência internacional de direitos humanos, em videoaulas, que gravei para o Clube do Direito, projeto muito inovador – uma espécie de Netflix do Direito – do qual faço parte como um dos editores de conteúdo. A proposta do Clube é simples: mensalmente, os assinantes, a um preço muito em conta, têm acesso a um curso e a três palestras. O primeiro módulo desse meu curso entrou agora, no mês de abril. Nesse primeiro módulo eu comento todos os casos contenciosos contra o Brasil já julgados pela Corte Interamericana de Direitos Humanos, que são os seguintes: Ximenes Lopes (2005), Nogueira de Carvalho (2006), Escher (2009), Garibaldi (2009), Gomes Lund (2010), Trabalhadores da Fazenda Brasil Verde (2016), Favela Nova Brasília 2017) e Povo Xucuru (2018). Além disso, no primeiro bloco do curso expliquei brevemente como funciona o sistema interamericano de direitos humanos.

_PECA_02

Esse foi apenas o primeiro módulo do curso. Ainda em 2018, gravarei mais dois módulos: um sobre a competência consultiva da Corte Interamericana de Direitos Humanos – quando explicarei cada uma das opiniões consultivas já emitidas – e outro sobre temas penais na jurisprudência da Corte (desacato, audiência de custódia, desaparecimento forçado, feminicídio, prescrição, coisa julgada, terrorismo, duplo grau etc.).

Convido-lhes, assim, a conhecerem e a assinarem o Clube do Direito, plataforma que já conta com palestras e cursos ministrados por Flávia Piovesan, Maria Sylvia Di Pietro, George Marmelstein, Tiago Fensterseifer, Rafael Mafei, entre outros.

Para mais informações: www.clubedodireito.com

Deixe uma resposta